sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Vídeos

Alguns Vídeos do Pastor Eduardo Santos, caso queira assistir outros vídeos, você encontrará no You Tube







terça-feira, 11 de setembro de 2012

Coração, por onde tens andado?




Há muitos dias não posto uma nova mensagem em meu Blog, porém nestes últimos dias Deus de uma forma muito particular e sutil e tem me feito refletir sobre vários assuntos, dos mais diversos e abrangentes. E tenho percebido que os corações são transeuntes  em estradas desconhecidas, estradas sem pavimento sólido espiritual e somos enganados por uma bela e  fina camada que maquia a estrada, o coração acredita que é transitável, o coração acha que é seguro, e mais uma vez lá vai o coração cigano, perambulando nos mais diversos caminhos, afinal ele não para. Sim ele não para e é facilmente domado, é facilmente enganado, e facilmente se entrega mesmo sem conhecer por onde anda, mesmo sem saber quem o conduziu por estas estradas perigosas, tomado da emoção que se torna um combustível perigoso  o coração segue avante seu caminho, e quando quer voltar, percebe que a estrada já não é tão bela e que a camada fina que maquiava o caminho se esvaiu e que não é mais seguro o teu regresso, e todas as placas que indicavam a direção na ida, já não existem mais em seu retorno. Coração perdido sem saber o verdadeiro caminho, sem saber por onde caminha, sem saber por onde anda a razão, sem saber em quem acreditar, voltam feridos e machucados pelas estradas que já se tornaram intransitáveis. Coração, por onde tens andado? Pela sua fragilidade rapidamente é contaminado, e suas batidas começam a oscilar. Coração não se perca pelos caminhos. 

Em Cristo

Eduardo Santos.

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

A razão não tem fé, a fé tem razão.


 
A Razão me pergunta o porque e para quê? A razão me aconselha a parar, dificulta meus passos, rouba minha atenção, me enche de preocupação, ofusca meu horizonte, me traz frieza, descaso, indiferença, me coloca dúvidas, a razão me entristece, trás a minha memória o que não dá esperança. A Fé me faz acreditar no que não vejo, me faz andar por onde nunca pensei, a fé me aconselha a prosseguir, a fé me faz sonhar, a fé enche minha vida de vida, me arranca sorrisos em meio as calamidades, a fé promove o brilho dos meus olhos, me enche de alegria, me faz sonhar com o amanhã, me diz que vale a pena, a fé firma meus passos, tira de mim toda mediocridade, me faz um discípulo de Jesus, me faz um sonhador como José, a Fé me faz valente como Davi, perseverante como Abraão, me faz ter o vigor de Moises, me faz forte como Sansão.

A razão não tem fé, a fé tem razão.
 
Em Cristo
 
Eduardo Santos

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Vale a pena?



O chamado ministerial é algo inexplicável,  somos inclusive taxados de malucos, fanáticos, e tantos outros adjetivos que aumentam a pedrinha da nossa coroa, realmente abandonar seus próprios sonhos para viver os sonhos que Deus tem para o seu povo é no mínimo um absurdo aos olhos de quem não conhece a Deus.

Atos 20:24 “Mas em nada tenho a minha vida como preciosa para mim, contando que complete a minha carreira e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus”

Olhamos a história de alguns e vemos que uma realidade é sempre constante na vida daqueles que atendem o chamado,  Paulo, Marcos, Pedro, Barnabé  viveram o que me refiro neste post, e Especificamente Paulo sofria ao vivenciar os bastidores dos sonhos de Deus, a dor do prazer de servir a Deus é conflitante, e trás consigo uma exaustão capaz de desfigurar semblantes, e de mudar aparências, e envelhecer precocemente seus personagens, em todo este cenário estão envolvidos dois lados,  daqueles que se entregam de corpo, alma e espírito, lutando dentro dos seus limites e às vezes ultrapassando um pouco dos limites e sofrendo as consequências desta entrega excessiva e sendo punido por isso, pois os limites existem para serem respeitados, porém teria como se entregar parcialmente? Sim... creio que sim, os que se entregam  de corpo e espírito, estes não sofrem, e vão realizando o que sempre achou coerente com à sua entrega.
Os bastidores são dolorosos, seria o que descreve o Salmo 126? Sim... o Salmista abre seu coração e fala sobre os bastidores.
A conclusão que chego é que vale a pena

I Coríntios 15:58 Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão.”

Em Cristo
Eduardo Santos.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Deus vai ajudando o seu povo.



No meio de um mundo de boas intenções, num mar de boas ideias, num infinito horizonte de sonhos, somos vitimas de nós mesmos, mediante a tantos erros na boa intenção de acertar, no meio de tantas palavras de afronta que deveriam ser para apaziguar, em meio a tantas preocupações da qual deveríamos  descansar em Deus, em meio aquela boa intenção de ajudar e que acaba atrapalhando mais, em meio a tantos conflitos que criamos na tentativa de ser um instrumento de paz, no meio de todas estas situações, “Deus vai ajudando o seu povo” pois Ele sabe quem nós somos, sabe onde iremos chegar e é conhecedor de que ninguém pode dar aquilo que não tem, só poderemos dar o fruto do que somos, muitos amaram Jesus por causa de sua boa obra, muitos o odiaram por causa da sua boa obra, os vendavais não se restringe a estar longe de Deus, quem está perto D'Ele também enfrenta os vendavais, lembra dos discipiulos no barco e Jesus dormia tranquilamente, e na boa intenção que temos em tudo que fazemos acaba se tornando uma intenção vulnerável mediante a grande chance de errar novamente, porém em tudo isso Deus vai ajudando o seu povo.

Em Cristo

Eduardo Santos, cooperador do Evangelho.

sábado, 4 de agosto de 2012

Sobrevivente!!!


Durante os momentos em que passo diante do Senhor, tenho sido fortemente confrontado por Ele em relação ao ministério sagrado em que me foi confiado e tenho dito ao meu Deus: não permita que eu venha perder a
razão do verdadeiro motivo pela qual o Senhor me chamou, não posso transferir as verdades, não posso alterar os verdadeiros fundamentos, não é seguro andar sobre meus pensamentos, conclusões e meus sonhos, a cada dia, a cada amanhecer, percebo que só não se faz mais pelo Reino de Deus quando queremos viver em nosso próprio reino, sendo prisioneiros de um reinado temporal, nos tornando vítimas de nossas próprias decisões, e as vezes nos transformamos no maior concorrente do verdadeiro Reino, uma coisa peço ao meu bom Deus, mesmo cheio de erros, cheio de tantas limitações que me cercam, mesmo não sendo útil como deveria, mesmo não fazendo mais como eu poderia, jamais quero esquecer e me abdicar da maior e principal ordenança de Cristo.
"Anunciar a Salvação em Cristo" prefiro me frustrar em ter tentado e não ter conseguido, do que amargar o sabor do fracasso sem nunca ter tentado, sem nunca ter acreditado, sem nunca ter arriscado, todos criticam Pedro quando afundou nas águas, porém muitos se esquecem de ressaltar a sua fé, e de todos ele foi o único que foi ao encontro do Mestre.
Não quero simplesmente sobreviver, eu preciso viver o que Deus tem para mim, eu preciso avançar mais, não posso me perder no meu mundo pessoal, não posso descansar nas minhas conquistas, conformar com o que já foi conquistado é assinar a sentença da falência espiritual,
Sobreviver ??? Jamais!!!!
Quero viver em abundância de milagres, pois Aquele que me chamou É Poderoso para fazer muito mais do que pedimos em pensamos. "AVANÇAR É PRECISO"

Em Cristo
Eduardo Santos

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Distúrbio bipolar espiritual.



Seria este o mal que atormenta a liderança de uma Igreja?
É normal encontramos servos de Deus com bipolaridade em sua vida com Deus e com sua vida espiritual, hora está bem e hora está mal,  às vezes está bem com Deus e a vida espiritual vai de vento em poupa, é benção na igreja, é benção no trabalho é benção por onde anda, tudo dá certo, é conselheiro, é amigo, é companheiro, é confiável, é confidente, afinal vive um grande momento com Deus e com isso sua vida espiritual vai bem, revelações, sonhos proféticos, visões e os dons são visíveis e notórios em sua vida, é exemplo é luz que ilumina é um discípulo, e poderíamos ficar citando vários exemplos do crente que vive a polaridade do bem e do de bem com Deus.
De contra partida este mesmo crente que falamos acima que sempre foi exemplo a ser seguido de repente se torna o oposto de tudo que mencionamos acima, distante de Deus, maldizente, incrédulo,  difamador, mentiroso, nutre as mais arcaicas armas carnais possíveis, a questão é: Como pode um crente viver um distúrbio Bipolar espiritual, o chamado crente gangorra, ou montanha russa, hora em cima, hora em baixo, hora forte, hora fraco, hora serve, hora abandona,  crer hoje, e amanhã já não acredita em mais nada, nem nele mesmo, torna o santo em profano, aponta, acusa, o temor de Deus dar lugar ao mais sarcástico sentimento de mediocridade da imundícia humana, o santo anda agora em meio aos asseclas do mau.
Bipolaridade espiritual existe e é combatida com a seguinte dose, ler Bíblia e orar de 6 em 6 horas,  jejum, e entrega sem reservas ao Rei dos Reis.

Em Cristo
Eduardo Santos

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Guerra na trincheira.



Os escolhidos de Deus são incansavelmente perseguidos pelos seus algozes, não me refiro aos homens pois nossa luta não é contra eles, me refiro que satan e seus asseclas que tentam trazer embaraços, dificuldades, cegueira, surdez espirituais, nas trincheiras desta grande batalha encontramos e nos deparamos com uma situação muito perigosa,  amigos que lutam a mesma luta que tem o mesmo alvo e sonham com o mesmo objetivo, num sentimento de auto proteção e são vítimas do fogo amigo,  quando nós nos acertamos na pretensão de acertar o inimigo de nossas almas, nos ferimos, nos machucamos, dilacerados e se arrastando pelas trincheiras desta guerra seguimos em busca de socorro, em busca daquela bendita luz no fim do túnel, perdidos na direção e com o instinto de auto defesa confuso, corremos o risco de alvejar o nosso companheiro que veio nos socorrer e nos ajudar a sair do alvo do inimigo, nas trincheiras de batalhas as vezes estamos tão camuflados que não nos conhecemos e nem os nossos amigos do nosso lado.
Mesmo diante de uma Grande guerra, Jesus ainda te dá a direção se você permitir, assim você jamais ficará confundido.

Em Cristo
Eduardo Santos.



sábado, 21 de julho de 2012

A volta de Jesus será anunciada pela internet


Franklin Graham afirma que a volta de Jesus será anunciada pela internet


Redes sociais como Facebook e Twitter poderiam ser a salvação da humanidade?
Filho do conhecido evangelista Billy Graham, Franklin Graham acredita que a segunda vinda de Jesus Cristo será anunciada através das mídias sociais.
Em entrevista ao programa The Week, da rede ABC, ele afirmou: ”A Bíblia diz que todo olho verá [a Segunda Vinda de Jesus]. Como o mundo inteiro vai ver ao mesmo tempo? Eu não sei, a menos que pessoas de todo mundo comecem a compartilhar fotos e o assunto repentinamente ocupe a mídia mundial. Eu não sei. A mídia social poderá ter uma grande parte nisso”.

Graham esclarece que Jesus não “voltará” pelo Facebook ou Twitter, mas que as redes sociais anunciarão sua chegada, que poderia rapidamente tornar-se um trending topic sem precedentes.
Ele comparou o anúncio da segunda vinda com a maneira que os acontecimentos atuais no Oriente Médio têm se espalhado pelo mundo através do Twitter, do Facebook e até do YouTube.
E ainda enfatizou: ”Vivemos o tempo do espírito do anticristo… Quais são os sinais da Segunda Vinda? Guerra, fome, terremotos… com frequência cada vez maior, são como as dores de parto. Acredito que não há nenhuma dúvida… Estamos nos últimos dias desta era”.

Fonte: http://www.imw3.com.br/noticias_detalhe.asp?id=473

sábado, 14 de julho de 2012

Somente um reflexo!


Este é o retrato de Nicodemos, o reflexo de uma imagem inexistente, experiente, influente, homem de grande estima entre a população de Jerusalém, estudioso, conhecedor das letras e da lei, amigo das autoridades do grande império, esse era o reflexo de Nicodemos. Porem a imagem não correspondia a tantas expectativas que eram geradas em torno da vida deste homem, Nicodemos era um homem sozinho, que estava vivendo um conflito interno, espiritual e uma crise de identidade, a história deste líder religioso demonstra que conhecimento, influencia, e tantos outros elementos que acompanham nossa vida, se tornam algozes de nossa vida, nos agarramos e confiamos nestes reflexos que nos deixam sem uma imagem real, foi o que aconteceu com Nicodemos, a quanto tempo este homem viveu de uma imagem que era incapaz de preencher sua alma? A imagem de Nicodemos somente o deixava cada vez mais confundido. Numa noite chegou a noticia de que um homem chamado Jesus estava hospedado nas imediações de sua casa, Nicodemos esperou o silêncio das altas horas chegarem e no início da madrugada ele resolve encontrar com Jesus, e durante a conversa e os aconselhamentos do Bom Pastor, o religioso Nicodemos percebeu que conhecia a fundo a letra e as leis, mas não conhecia a palavra, e não tinha intimidade com o autor das leis, era necessário recomeçar era preciso nascer de novo, foi esta a explicação de Jesus para o vazio e conflitos de Nicodemos, este homem é um retrato de muitos cristãos de nosso tempo, pessoas que estão envolvidos com os afazeres da casa do Senhor e do Reino de Deus, mas estão distantes D’Ele. Vemos o nome de Nicodemos sendo mencionado também no sepultamento de Jesus, sinal de que Nicodemos entendeu o que o Mestre havia falado, mas foi preciso quebrar barreiras internas e buscar o socorro em Jesus.

Em Cristo
 
Pastor Eduardo Santos

quarta-feira, 4 de julho de 2012

E quando faltar o fogo?


Vivemos tempos difíceis, momentos de extremidades espirituais, uma profecia passa despercebida e esquecida, em alguns casos fazem questão de esquecerem ela “onde há profecia o povo não se corrompe...” (Prov. 29:18)  o fogo tem sido apagado, o fogo tem sido evitado, o fogo tem sido controlado por muitos líderes, o fogo tem que arder continuamente no Altar, é o fogo que refina, purifica e separa as impurezas, porém tem sido melhor manter uma aparente compostura e deixar o povo morrer de fome, a compostura aparentemente trás recursos, trás pessoas de posses, porém ela em excesso cria um evangelho engessado sem vida, sem efeito, sem conversão, sem decisão, sem poder, sem sonhos, sem expectativas, etc. quando falta o fogo o povo perece, o povo se engana e engana todos em sua volta, a falência do Avivamento em muitos santuários tem um responsável, a bendita compostura, sem liberdade para Adorar, sem oportunidade para se entregar, sem forças para buscar, pois está sem fogo no Altar.
Em Cristo
Pr. Eduardo Santos.

terça-feira, 3 de julho de 2012

Porque ficou difícil?


 Quando Faraó permitiu que Moises e o povo de Israel fossem embora do Egito, rapidamente Deus endureceu seu coração e Faraó se arrepende, e prepara todo seu exército (o melhor e mais preparado exército de toda a terra  naquele tempo) e começa uma perseguição que foge de qualquer roteiro de um mais conceituado produtor de Filmes de Hollywood.
Na frente um povo sem armas, somente com algumas ferramentas, um povo que carregava nos seus próprios lombos (alguns) suas parafernálias, uma correria louca se fez pelo caminho, ao chegar perante a grande ribanceira que separava o mar e o povo de Israel, de um lado montanhas gigantescas e o caminho que levava a terra dos filisteus que aparentemente seria um caminho mais fácil porém o povo ainda não estava preparado para enfrentar um guerra, pois Israel nunca foi um povo de guerra, eles se tornaram um povo de guerra por necessidade, depois de uma Ordem de Deus, Moises pede ao povo para acampar em Pi-Hairote nas proximidades de Migdol, algo fora do contexto de uma fuga é agora apresentado por Deus a Moises, o povo de Israel estavam em larga vantagem de distância, e agora Deus pede para o povo acampar e esperar? Incoerente isso não?
Porém Deus tinha a intenção de deixar Israel bem preparado para futuras conquistas, e ao perceber que faraó e seus cavaleiros estavam se aproximando com com todo aparato de uma guerra, armas das mais modernas, lanças, escudos, e tantas outras modernidades de guerra que somente o Exercito do Egito possuía, Moises aparentemente se desespera e faz uma oração atrevida (relatada no livro de Flávio Josefo  - historiador contemporâneo a Jesus) Moises diz que se Deus quisesse poderia fazê-los voar por sobre as águas do mar e aparecer em Canaã.  Deus responde  a oração de Moises (Êxodo  14:15), Moises diga ao povo para marchar... a perseguição  se intensifica dentro do mar, as águas se fendem e Moises e o povo entram numa correria santa dentro daquele cenário estonteador, e atrás estavam seus algozes e os asseclas de faraó, uma batalha espiritual é travada, anjos que abriam caminho para os israelitas, mudam de posição e agora fazem o serviço de tardar e atrapalhar a perseguição arrancando as rodas e derrubando os soldados de faraó, depois de uma jornada dura e difícil e com muita dificuldade Moises e os israelitas chegam do outro lado, agora o “gago Moises se torna cantor e compositor” (Êxodo 15).
No dia seguinte ao voltarem à margem do mar pois nem eles mesmos acreditavam no que tinha acontecido (segundo Flávio Josefo) perceberam que todas as armas do exercito de faraó  foram trazidas pelas águas para a margem e um povo que não tinha  nenhuma arma, se torna num povo preparado para encarar novos desafios, ao contar para Miriã o fato, ela pega o tamborim e louva a Deus com cânticos e danças.
Conclusão: Deus permitiu faraó e seu exército perseguir Moises somente para equipar com armas e preparar o povo se Israel para as grandes conquistas. E o Nome do Senhor foi Exaltado pelo povo de Israel.

Em Cristo

Eduardo Santos.

sábado, 23 de junho de 2012

BIOGRAFIA





Biografia:

Pastor Eduardo Santos é Conferencista Internacional,  Bacharel em  Teologia pela Faculdade de Ciências Teológicas do Brasil, cursou o Mestrado em Divindade pelo Seminay Theologyc Iternational Bible, está cursando o Doutorado em Divindade pelo mesmo seminário.

Converteu em 2001, foi batizado em 2002, em 2003 assumiu o primeiro trabalho como pastor, Casado com Anna Paula, pai de três  filhos, Victor Hugo, Filipe, e Gabriel sonhador como José, apaixonado por almas  e pela família.

Aqueles que semeiam com lágrimas, com cantos de alegria colherão” (Salmo 126:5)

Pr. Eduardo Santos é natural de Cataguases MG, antes de sua conversão era promotor de grandes eventos seculares de artistas renomados e DJ de baile funk.
Após sua conversão foi chamado por Deus para o Ministério pastoral, o crescimento e avivamento são as marcas de seu Ministério, Pr. Eduardo Santos tem pregado em vários lugares, levando uma palavra profética, transformadora de crescimento, avivamento e cura.
Seu grande desafio foi pastorear uma igreja que a mais de 10 anos não cresciam, após 20 meses de sua posse a Igreja já havia crescido 1500% e mais 5 Igrejas foram inauguradas, esta experiência de crescimento foi publicada no seu livro que intitulou “NOS PASSOS DO CRESCIMENTO” tendo sua primeira edição praticamente esgotada,  por onde passou os sinais de Jesus sempre o acompanhou, inúmeros milagres aconteceram como cura de: Meningite, AIDS, doenças incuráveis, infertilidade, libertações espirituais e  de vícios, etc.

video
Pastor Eduardo Santos foi pastor titular da Igreja Assembleia de Deus Catedral do Avivamento presidida pelo Pr Marco Feliciano, na zona da mata mineira.

Também é conferencista e pregador da Maior Vigília do Brasil, trazendo sempre uma Palavra de Avivamento e Poder de Deus.