quinta-feira, 12 de abril de 2012

A perseguição, a Fé e a Mão de Deus!!!

 Quando Faraó permitiu que Moises e o povo de Israel fossem embora do Egito, rapidamente Deus endureceu seu coração e Faraó se arrepende, e prepara todo seu exército (o melhor e mais preparado exército de toda a terra  naquele tempo) e começa uma perseguição que foge de qualquer roteiro de um mais conceituado produtor de Filmes de Hollywood.
Na frente um povo sem armas, somente com algumas ferramentas, um povo que carregava nos seus próprios lombos (alguns) suas parafernálias, uma correria louca se fez pelo caminho, ao chegar perante a grande ribanceira que separava o mar e o povo de Israel, de um lado montanhas gigantescas e o caminho que levava a terra dos filisteus que aparentemente seria um caminho mais fácil porém o povo ainda não estava preparado para enfrentar um guerra, pois Israel nunca foi um povo de guerra, eles se tornaram um povo de guerra por necessidade, depois de uma Ordem de Deus, Moises pede ao povo para acampar em Pi-Hairote nas proximidades de Migdol, algo fora do contexto de uma fuga é agora apresentado por Deus a Moises, o povo de Israel estavam em larga vantagem de distância, e agora Deus pede para o povo acampar e esperar? Incoerente isso não?
Porém Deus tinha a intenção de deixar Israel bem preparado para futuras conquistas, e ao perceber que faraó e seus cavaleiros estavam se aproximando com com todo aparato de uma guerra, armas das mais modernas, lanças, escudos, e tantas outras modernidades de guerra que somente o Exercito do Egito possuía, Moises aparentemente se desespera e faz uma oração atrevida (relatada no livro de Flávio Josefo  - historiador contemporâneo a Jesus) Moises diz que se Deus quisesse poderia fazê-los voar por sobre as águas do mar e aparecer em Canaã.  Deus responde  a oração de Moises (Êxodo  14:15), Moises diga ao povo para marchar... a perseguição  se intensifica dentro do mar, as águas se fendem e Moises e o povo entram numa correria santa dentro daquele cenário estonteador, e atrás estavam seus algozes e os asseclas de faraó, uma batalha espiritual é travada, anjos que abriam caminho para os israelitas, mudam de posição e agora fazem o serviço de tardar e atrapalhar a perseguição arrancando as rodas e derrubando os soldados de faraó, depois de uma jornada dura e difícil e com muita dificuldade Moises e os israelitas chegam do outro lado, agora o “gago Moises se torna cantor e compositor” (Êxodo 15).
No dia seguinte ao voltarem à margem do mar pois nem eles mesmos acreditavam no que tinha acontecido (segundo Flávio Josefo) perceberam que todas as armas do exercito de faraó  foram trazidas pelas águas para a margem e um povo que não tinha  nenhuma arma, se torna num povo preparado para encarar novos desafios, ao contar para Miriã o fato, ela pega o tamborim e louva a Deus com cânticos e danças.
Conclusão: Deus permitiu faraó e seu exército perseguir Moises somente para equipar com armas e preparar o povo se Israel para as grandes conquistas. E o Nome do Senhor foi Exaltado pelo povo de Israel.

Em Cristo

Eduardo Santos.

3 comentários:

Davi Tardim disse...

Ótima abordagem do milagre mais famoso do AT.
Aplicando à nossa vida, podemos crer que as lutas do cotidiano também podem nos armar contra guerras futuras?

eu disse...

O OsPenetrasItabira está de volta!
Acesse nosso website:
www.OsPenetrasItabira.com.br
Mas agora o Os Penetras Itabira também
possui acesso nos seguintes domínios:
www.OsPenetrasItabira.com
www.OsPenetrasItabira.net
www.OsPenetrasItabira.org

Aproveite !

eu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.